A Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas), por meio da Coordenadoria dos Direitos Humanos, realizará o evento “Palco da Resistência”, nesta segunda-feira (18/11), no Boulevard do Arco. O momento contará com rodas de capoeira, show com a banda Balaio da Preta e outras intervenções artísticas.

O evento contará a presença da secretária da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), Socorro França, e da secretária executiva de Cidadania e Direitos Humanos da SPS, Lia Ferreira Gomes.

O Palco da Resistência integra a programação municipal do Mês da Consciência Negra 2019, cuja temática é “Construindo a resistência: ocupa negritude”. Iniciada no dia 5 de novembro, até o dia 21 acontecerão palestras, cursos, cortejo, palco aberto, rodas de conversa, cine debate e rodas de cuidado.

A iniciativa da Sedhas conta com a parceria do Instituto Ecoa, dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras), Centro de Referência da Mulher, Fórum de Capoeira, Povos de Terreiro e de outros movimentos sociais.

Na manhã desta quinta-feira (14/11), foi realizado o lançamento do “Programa Crescer Bem”, no Centro de Convenções. A iniciativa visa a superação da extrema pobreza no município e a promoção do desenvolvimento da Primeira Infância (que compreende o período de 0 a 6 anos de idade). O Programa prevê uma transferência de renda mensal, por meio do Cartão Sobral, já entregue para mais de 250 famílias. Ao todo, o programa pretende atender quase 600 famílias.

O programa é regulamentado pela Lei 1780, de 12 de julho de 2018, de autoria do Poder Executivo, e tem como objetivo assegurar o bem-estar físico, emocional e cognitivo de famílias vulneráveis socialmente. Com o Cartão Sobral os beneficiários receberão uma renda definida de acordo com o perfil da família e da quantidade de crianças na faixa etária de 0 a 6 anos de idade, podendo o benefício variar de R$ 90,00 a R$ 115,00.

As famílias precisam atender a critérios, com base nas informações do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), analisados nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS).


O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Sobral (SAAE), em parceria com a Unimed Preventiva, realizou uma ação da campanha Novembro Azul, na manhã desta quarta-feira (13/11), na sede da Diretoria Operacional (Dom Expedito). O momento foi de conscientização sobre a saúde do homem.

As atividades prosseguiram nesta quinta-feira (14/11), a partir da 8h, na Diretoria Administrativa, no Centro. A programação constou de dinâmica com ginástica laboral, orientações sobre cuidados e a prevenção do câncer de próstata.

A organização foi da gerência de Gestão de Pessoas, do Serviço Social e da Comissão de Eventos do SAAE. A equipe da Unimed foi formada pela educadora física Jacqueline Lima e pela nutricionista Marília Pereira. As ações fizeram parte do projeto de promoção da saúde e prevenção de doenças, com a inserção de hábitos saudáveis.

Câncer de próstata

A única forma de garantir a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce. Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem ir ao urologista para conversar sobre o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos; e sobre o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico).

Neste sábado (16/11), a Sala de Cinema Falb Rangel (Casa da Cultura) exibe, às 17 horas, a animação infantil “Cada um na sua casa”, em mais uma edição do Cineminha na Casa, programação especial para enfatizar a Consciência Negra. 

Sinopse

A Terra é invadida por uma raça alienígena em busca de um novo lar. Porém, uma esperta garota chamada Tip consegue fugir e acaba virando cúmplice de um alienígena exilado chamado Oh. Os dois fugitivos embarcam em uma grande aventura.

Neste sábado (16/11), o Theatro São João recebe o II Cantares - Encontro de Corais de Sobral, a partir das 20 horas. Neste ano, a segunda edição é formada por sete grupos que apresentarão seus repertórios como forma de divulgar a atividade de canto coral e motivar as pessoas a participarem de grupos musicais.

O foi idealizado em Fortaleza, como um encontro mensal no Theatro José de Alencar, com a ideia de interiorizar essa ação e realizar o encontro anual com o mesmo nome em outras cidades do Estado do Ceará.

O acesso é gratuito e a classificação é livre.