A- A A+ |


As políticas educacionais de Sobral, conhecidas nacional e internacionalmente, foram apresentadas, na terça-feira (07/06), para comitivas compostas por gestores e educadores dos estados de Amapá, Goiás, Mato Grosso do Sul, Piauí e Sergipe.

De acordo com o secretário da Educação de Sobral, Herbert Lima, que recebeu os visitantes em seu gabinete, “a visita teve como principal objetivo conhecer e trocar experiências sobre as políticas educacionais do nosso município, com destaque principalmente para a alfabetização de nossas crianças”.

Na programação, também foram apresentadas a sede da Escola de Formação Permanente do Magistério e Gestão Educacional (Esfapege) e a sede da Casa da Avaliação Externa, além da visita à 6ª Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede), para discutir a estrutura e atuação da regional de educação na política de cooperação com os municípios.

As comitivas fazem parte do Programa de Alfabetização em Regime de Colaboração (Parc) da Associação Bem Comum e vieram conhecer a experiência de parceria entre o Estado do Ceará e municípios para melhoria da aprendizagem nos anos iniciais do ensino fundamental, com ênfase na alfabetização de crianças. 

POLÍTICA EDUCACIONAL DE SOBRAL

O município de Sobral ganhou destaque pelas políticas de ensino e taxas de alfabetização na idade certa, saindo de um dos piores resultados do país e conquistando os melhores indicadores educacionais do Brasil, como o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e o Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (Ioeb), o que o levou a ser modelo reconhecido nacional e internacionalmente.

Facebook
YouTube