O município de Sobral (CE) alcançou o melhor Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2017 do Brasil nos anos iniciais e finais do ensino fundamental, com nota 9,1 e 7,2, respectivamente, entre mais de 5 mil municípios avaliados no País. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Educação, nesta segunda-feira (03/09), e são obtidos com base na proficiência dos estudantes do 5º e 9º anos do ensino fundamental em avaliações de Língua Portuguesa e Matemática, além do fluxo escolar.

Já com o maior Ideb do Brasil nos anos iniciais, em 2015, quando obteve 8,8 pontos, Sobral alcançou nota 9,1 no Ideb 2017, resultado superior às médias nacional (5,8) e estadual (6,2) para esta etapa de ensino. E, pela primeira vez, o município também obteve a maior nota do Brasil nos anos finais do ensino fundamental, com Ideb 7,2, representando um crescimento de 0,5 pontos, em relação a 2015, que era de 6,7. O resultado também é superior às médias do Ceará (4,9) e do Brasil (4,7), considerando todas as redes de ensino, inclusive a privada.

As escolas municipais de Sobral com maior Ideb nos anos iniciais foram Antônio Custódio de Azevedo (9,8); Leonília Gomes Parente (9,7); Araújo Chaves (9,5); Carlos Jereissati (9,5); e Emílio Sendim (9,5). Já nos anos finais, as escolas com melhor desempenho foram: Araújo Chaves (8,5); Antônio Custódio de Azevedo (8,1); Francisco Monte (8,0); Vicente Antenor (7,9) e Deliza Lopes (7,8).

EVOLUÇÃO CONSTANTE

A evolução de Sobral nas avaliações nacionais pode ser explicada pelos constantes investimentos que a gestão tem feito, com foco na aprendizagem dos estudantes, apoiando o trabalho do professor em sala de aula, com formações mensais em serviço, alinhadas ao material didático; monitorando os resultados de aprendizagem dos estudantes, aferidos por avaliações externas realizadas pelo Município semestralmente; o que permite a redefinição de metas e mudança de estratégias para a melhoria da educação pública do município.

Buscando elevar a educação de Sobral a patamares internacionais de qualidade, a Secretaria da Educação está implementando novos currículos de Língua Portuguesa e Matemática, elaborado durante dois anos por professores da própria rede; elaborando um novo currículo de Ciências, em parceria com a Universidade de Stanford, alinhado a tecnologia; o desenvolvimento das competências socioemocionais nos estudantes, preparando-os para se relacionarem consigo mesmos e com os outros; apoiando o estudante do ensino médio a se preparar para o Enem, através do #SobralnoEnem, entre outras. 

O Estado do Ceará obteve destaque nacional por ter o maior percentual de municípios que alcançaram as metas propostas para o Ideb 2017 nos anos iniciais e anos finais do ensino fundamental, com 99,5% e 85,9%, respectivamente. Considerando todo o País, somente 22% dos municípios brasileiros alcançaram suas próprias metas ao fim do ensino fundamental e nos anos iniciais (1º ao 5º ano) do ensino fundamental 54% das redes municipais alcançaram suas metas.