A- A A+ |

O projeto “Fortalecimento da vigilância das infecções crônicas e sexualmente transmissíveis na atenção à saúde”, do Centro de Referência em Infectologia de Sobral (Cris), ficou entre os seis projetos pilotos do Brasil para ampliação do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA). No período de 16 a 19 de novembro, aconteceu, em Brasília, um momento de partilha e planejamento para ampliação na carteira de serviços dos CTAs.

A coordenadora da Atenção Especializada de Sobral, Tamires Felix; a gerente do Cris, Sandra Flor; a farmacêutica Lavina Alencar; e a enfermeira Leiliane Cristina, participaram do planejamento de atividades para 2023 e compartilharam as experiências exitosas de Sobral.

Para Tamires, o momento foi de extrema importância para as melhorias do serviço. “Com apoio da Fiocruz e do Ministério da Saúde estamos avançando na qualificação dos serviços, receberemos incentivo para melhorar a estrutura laboratorial da unidade e ampliar a oferta de serviços, o que consiste em um grande avanço para promoção da saúde sexual e reprodutiva em Sobral”.

O projeto tem como objetivo principal a reestruturação dos CTAs. Ele articula a rede de Atenção Primária com os serviços de Atenção Especializada para responder às necessidades de saúde da população em situação de maior vulnerabilidade. A proposta é do Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis (DCCI/SVS/MS), com apoio da Fundação Oswaldo Cruz.

Facebook
YouTube