História

Situada na região Norte do Ceará, a 235 quilômetros de Fortaleza, a cidade de Sobral se apresenta como o mais significativo referencial de crescimento e desenvolvimento econômico do interior do Estado, constituindo-se num centro de convergência, por sua ampla e moderna estrutura nos setores da saúde, educação, comércio, indústria, serviços, lazer, cultura e arte.

 

Inserida no rol das cidades que mais se desenvolveram no Brasil, nos últimos 10 anos, e também uma das 30 melhores para se morar, Sobral se orgulha de sua história e de sua gente; de seus encantos exaltados em prosa e verso; do seu rumo certo, do novo jeito de ser, e por estar cada vez melhor.

 

O rio Acaraú e a Serra da Meruoca se constituem nos principais ícones do cenário natural desta terra, que se limita a norte com os municípios de Massapê, Santana do Acaraú e Meruoca, a sul com Santa Quitéria, Groaíras e Cariré, a leste com Itapipoca, Irauçuba e Canindé, e a oeste com os municípios de Coreaú, Mucambo e Alcântara.

 

Sobral é ligada a Fortaleza pela BR-222, que interliga nosso estado aos estados do Piauí, Maranhão e Pará. A cidade dispõe de um moderno Terminal Rodoviário, dispondo de linhas para os principais estados do país. Atende também a um considerável público com transporte intermunicipal, com ônibus saindo e chegando em intervalos de 15 minutos. O aeroporto da cidade, é um dos três mais importantes do Ceará, servindo a aeronaves de porte médio.

 

Sobral vem experimentando um forte processo de modernização em sua estrutura econômica. Há 50 anos, a cidade era o mais importante pólo comercial do norte do Estado. Na segunda metade do século XIX o desenvolvimento de Sobral chegou a superar o de Fortaleza. O progresso da cidade se firmou a partir da instalação de indústrias e de um vigoroso sistema educacional e de prestação de serviços de saúde.

 

Sobral vem experimentando um forte processo de modernização em sua estrutura econômica. Há 50 anos, a cidade era o mais importante pólo comercial do norte do Estado. Na segunda metade do século XIX o desenvolvimento de Sobral chegou a superar o de Fortaleza. O progresso da cidade se firmou a partir da instalação de indústrias e de um vigoroso sistema educacional e de prestação de serviços de saúde.

 

Nascido em 1841, o Município ocupa uma área de 2.129 quilômetros quadrados, tem uma população, estimada pelo IBGE, em julho de 2006, de 175.814 habitantes, e está a uma altitude de 70 metros acima do nível do mar. O clima é quente e seco, com uma temperatura média de 30 graus centígrados.

 

O Sistema de Comunicação de Sobral é um dos melhores do Ceará. O Município está ligado ao mundo com excelente capacidade instalada nas áreas de telefonia pública e privada, incluindo a celular atendido pelas operadoras Claro, Oi e Tim, que oferecem uma cobertura de mais de 90% do município. A cidade possui vários provedores de acesso à rede mundial de computadores - (INTERNET) via linha discada, cabo, rádio e sistema Velox, sendo um dos pioneiros, o Primeiro Provedor Municipal Gratuito do Brasil - Sobral Internet Grátis; dispõe também de cinco repetidores de TV, cinco emissoras de rádio AM, três emissoras de rádio FM e quatro jornais com periodicidades semanal e quinzenal, além de três salas de cinema, um moderno teatro, estádio de futebol, kartódromo, Jócquei, ginásio poliesportivo (uma vila olímpica em construção), clubes sociais de grande porte, uma ampla rede hoteleira, sistema de mototáxi, universidade com cerca de 20 cursos, dentre eles os de engenharia, medicina e direito, além de grandes escolas de ensino médio.

 

 

Arquitetura

Temos em Sobral, cinco grandes grupos, digamos assim, arquitetônicos:

  • O primeiro é o da Praça São João, em torno da Praça.
  • O segundo é o trecho que vai da Igreja das Dores até a Igreja do Rosário, pegando a rua Ernesto Deocleciano.
  • O terceiro, o conjunto de casas em estilo Art. Noveau da Praça João Pessoa.
  • O quarto, o trecho que vai do Arco de Nossa Senhora de Fátima até a Praça Dr. José Sabóia (antiga Coluna da Hora).
  • O quinto são as casas e monumentos isolados (O Patronato, chamado Outão Enobrecido; uma casa ao lado da loja Odésio Cunha; o Colégio Sant'ana; o sobradinho da Casa Samuel, na rua Ernesto Deocleciano; o prédio do Radier; e o Teatro São João).

 

Dentre as valiosas edificações contemporâneas da Instalação da Vila em 1773, podemos citar a que pertenceu ao Capitão-Mor José de Xerez Furna Uchoa - introdutor da cultura do café no Ceará - localizada na Praça da Sé.


O mais antigo sobrado da cidade ou mesmo do Estado, datado de 1814, é o que foi construído pelo Coronel Inácio Gomes Parente, então chefe político em Sobral e deputado à Corte Constituinte de Lisboa, hoje quase totalmente destruído.


Contemporâneos desse sobrado, embora um pouco mais novos, são os do Português Francisco Rodrigues dos Santos - o Chico Marinheiro - hoje conhecido como sobrado do Radier (onde funciona a empresa Execute Computadores), o do Senador Francisco de Paula Pessoa (atual Colégio Sant'ana, reformado em 1925, com revestimentos decorativos inspirados na renascença veneziana). Já em meados do Século, surgem os sobrados com três ou quatro águas, com motivos greco-romanos ou elementos decorativos à Bonaparte, como os de Domingos José Pinto Braga, do Major João Pedro Bandeira de Melo. Ainda dessa fase pode-se destacar o pequeno e elegante sobrado da esquina da rua Menino Deus com a antiga travessa do Botica, hoje Ernesto Deocleciano, construído pelo português Joaquim Lopes dos Santos.


Em 1858, o Vigário Colado Pe. Francisco Jorge de Souza construiu este sobrado, que após restaurado abriga a "Casa da Cultura de Sobral". Em 1989 este Solar dos Figueiredos, como ficou conhecido foi comprado por um comerciante que iniciou a sua demolição, interrompida por uma Ação popular ajuizada na Comarca de sobral por um grupo de 20 sobralenses.


Entre as igrejas remanescentes do antigo conjunto arquitetônico de Sobral, podemos destacar: Igreja da Sé ou Catedral; Igreja Nossa Senhora do Patrocínio; Igreja dos Pretinhos de Nossa Senhora do Rosário - construída por escravos; a Igreja do Menino Deus - erguida por duas irmãs Carmelitas no começo do Século passado; Igreja de Nossa Senhora das Dores; Igreja de São José - do Sumaré; Igreja de São Francisco.

 

Filhos ilustres

  • Entre os filhos ilustres conhecidos nacionalmente destacamos:
  • Antônio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes (Belchior) - cantor e compositor.
  • Cosme Bento - líder quilombola que ajudou a comandar a chamada Balaiada
  • Dom José Tupinambá da Frota - primeiro bispo de Sobral.
  • Domingos Olímpio - escritor, jornalista.
  • Francisco de Paula Pessoa - advogado, senador do Império de 1882-1889.
  • Dom Jerônimo Tomé da Silva (1849-1924) - bispo de Belém do Pará, arcebispo de Salvador, Bahia.
  • José Antônio Maria Ibiapina (Pe. Ibiapina) – padre e advogado, considerado o Apóstolo do Nordeste por sua vida dedicada aos mais carentes e às obras de caridade. Está em curso seu processo de canonização.
  • José Júlio de Albuquerque Barros (Barão de Sobral) - bacharel em Direito. Foi secretário do Presidente Lafayett Rodrigues Pereira, promotor, diretor da instrução, diretor do Liceu. Advogado, deputado geral e presidente desta província. Em 1883 assumiu o governo do Rio Grande do Sul. Foi diretor da Secretaria de Justiça e Procurador Geral da República. Foi um dos colaboradores do código civil.
  • Luiz Carlos Barreto - fotográfo e um dos maiores produtores cinematográficos do Brasil.
  • Maria Tomásia Figueira Lima – abolicionista, lutou pela libertação dos escravos de Sobral e do Ceará.
  • Patrícia Saboya Gomes - senadora da República, eleita pelo estado do Ceará.
  • Raimundo Cela – pintor, gravador. Formou-se em Ciências e Letras no Liceu do Ceará. Em 1910 fez curso livre na Escola Nacional de Belas Artes - Rio de Janeiro.
  • Renato Aragão - humorista.
  • Stênio Azevedo - advogado, jornalista, escritor e homem com forte atuação no turismo, nasceu em Sobral, em 1920. Estudou no Ginásio Sobralense em sua primeira turma, em 1936. Trabalhou nos Diários Associados e dirigiu de 1955 até 1980 o concurso Miss Ceará na TV Ceará. Foi presidente da Associação Cearense de Imprensa por três vezes. Fundou dez clubes Skal Internacional, além dos Lions Clube de Sobral.
  • Vicente Cândido de Figueiredo de Sabóia (Visconde de Sabóia) - diretor da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro (1881-1889), reformador do ensino médico no Brasil.
  • Zenon Barreto - pintor, escultor e xilogravurista, nasceu em Sobral, em 1918.