A Secretaria da Saúde, por meio da Célula de Vigilância em Saúde Ambiental, participou, nos dias 27, 28 e 29 de novembro, do Seminário Nacional de Vigilância em Saúde Ambiental, ocorrido em Brasília (DF).

O Seminário discutiu sobre mobilidade urbana e a influência da escolha do modal na vida das pessoas e das cidades, além desse tema, foi abordado a exposição por agrotóxicos, o desenvolvimento sustentável, as diretrizes de atuação em surtos, a integração da Atenção Básica e Vigilância em Saúde, entre outros.  

“Com o apoio do Secretário da Saúde de Sobral, Gerardo Cristino, fomos indicados como representante municipal pela Secretaria da Saúde do Estado do Ceará para participar do seminário, em decorrência da importância e destaque que tem no cenário estadual na área de Vigilância em Saúde Ambiental”, pontou Suely Torquato, gerente da Célula de Vigilância em Saúde Ambiental.

A Vigilância em Saúde Ambiental consiste em um conjunto de ações que proporcionam o conhecimento e a detecção de mudanças nos fatores determinantes e condicionantes do meio ambiente que interferem na saúde humana, com a finalidade de identificar as medidas de prevenção e controle dos fatores de risco ambientais relacionados às doenças ou a outros agravos à saúde.