Sobral iniciou, na segunda-feira (06/08), a campanha de vacinação contra a poliomielite e sarampo. Crianças com idade entre 1 e menores de 5 anos devem ser levadas aos Centros de Saúde da Família (CSF's) para tomar a dose.

O Dia D de mobilização nacional está agendado para o dia 18 de agosto (sábado), mas a campanha segue até dia 31. A meta do município de Sobral é imunizar 11.017 crianças, esse número corresponde a 95% do público alvo, conforme recomenda a Organização Mundial da Saúde (OMS). As crianças que estiverem com o esquema vacinal completo também devem comparecer ao CSF para receber mais um reforço. 

Sarampo
A doença infecciosa aguda, tem natureza viral, grave, e é extremamente contagiosa, podendo ser transmitida pela fala, tosse e o espirro. Pode ser contraída por pessoas de qualquer idade. As complicações infecciosas contribuem para a gravidade do quadro, particularmente em crianças desnutridas e menores de 1 ano. Em algumas partes do mundo, a doença é uma das principais causas de morbimortalidade entre crianças menores de 5 anos.

Em 2016, o Brasil recebeu da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) o certificado de eliminação da circulação do vírus. Entretanto, o país enfrenta surtos de sarampo em Roraima e no Amazonas, além de casos já identificados em São Paulo, Rio Grande do Sul, Rondônia e Rio de Janeiro.

Poliomielite
Causada por um vírus que vive no intestino, o poliovírus, a poliomielite geralmente atinge crianças com menos de 4 anos de idade, mas também pode contaminar adultos. A maior parte das infecções apresenta poucos sintomas e há semelhanças com infecções respiratórias (como febre e dor de garganta) e gastrointestinais (como náusea, vômito e prisão de ventre).

Cerca de 1% dos infectados pelo vírus desenvolve a forma paralítica da doença, que pode causar sequelas permanentes, insuficiência respiratória e, em alguns casos, levar à morte.