A Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria da Cultura, Juventude, Esporte e Lazer (SECJEL), realiza o espetáculo “Cão sem plumas”, da Companhia de dança Deborah Colker. O balé apresentará, no dia 23 março, um poema homônimo inspirado na obra de João Cabral de Melo Neto, que representa a pobreza e a riqueza do Estado de Pernambuco.

“O poema é o encontro da exuberância com a tragédia, da riqueza com a miséria” diz Deborah Colker. O espetáculo será gratuito e acontece às 20 horas, na Praça São João.

Composto por bailarinos cobertos por lama, o poema é dividido em quatro partes e acompanha a sujeira das águas, a miséria da população ribeirinha, a desigualdade social, mas também a capacidade que homens e o rio têm de se manter vivos. Aparecem personagens fundamentais para este trabalho, como os homens-caranguejo, pessoas que vivem e trabalham em torno do mangue.

Para a composição do espetáculo os bailarinos passaram por oficinas com moradores de seis cidades e aprenderam sobre as manifestações culturais da região. Conheceram a seca, entraram no mangue e foram em favelas onde pessoas vivem sobre o lixo. O espetáculo conta com imagens captadas pelo cineasta pernambucano Cláudio Assis e a trilha sonora fica por conta dos músicos, também pernambucanos, Lirinha e Jorge dü Peixe, do grupo Nação Zumbi.