O Hospital de Campanha Doutor Francisco Alves, administrado pela Prefeitura de Sobral com o objetivo de ampliar a quantidade de leitos voltados ao tratamento da Covid-19, também oferta aos pacientes apoio psicológico durante o período de internação hospitalar.

Além da condição de adoecimento provocada pelo coronavírus, os pacientes sentem o impacto emocional da internação e da distância de suas casas e familiares, que gera todo um conjunto de sofrimentos.

O serviço de atendimento psicológico acontece em parceria com a Rede de Atenção Integral à Saúde Mental (RAISM). O psicólogo Aristides Parente, que rotineiramente realiza os acompanhamentos, explica que “as reações afetivas mais intensas como angústia, medo de morrer, insegurança, ansiedade, solidão e saudade têm sido as mais evidentes ao longo dos atendimentos”.

Aristides destaca ainda que alguns pacientes não conseguem entender como ocorreu o processo de adoecimento e, por isso, passam a ter mais dificuldade em entender seu próprio tratamento e a importância da internação.

O acompanhamento psicológico, realizado a partir de uma avaliação inicial, possibilita identificar em cada paciente algumas necessidades afetivas e cognitivas que possam ser atenuadas com psicoterapia breve de apoio emocional, psicoeducação e outras articulações. A ação contribui para uma assistência mais humanizada durante o período marcante que é a internação hospitalar.