O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) realizou, nesta quinta-feira (10/01), no auditório da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC), a XI Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. Com o tema "Proteção Integral, diversidade e enfrentamento às violências", o evento contou com a participação de 300 conferencistas, em grande parte, crianças e adolescentes, acompanhados pelos centros de referência (Cras), escolas, estações da juventude e organizações da sociedade civil.

"Estou especialmente feliz e emocionada de participar deste momento tão importante para Sobral, para as nossas crianças e nossos adolescentes. As conferências são muito importantes por serem um exercício de democracia, do controle e da participação social, e não seria tão emocionante se estivesse sendo feita apenas por pessoas adultas. Aqui estão crianças e adolescentes para discutir políticas públicas", disse a vice-prefeita Christianne Coelho.

A mesa de abertura contou com a presença da presidente do CMDCA, Savnya Shell de Oliveira; do tenente Marcos Paulo, da Uniseg Sobral; da professora Glória Ribeiro, da Unidade de Gerenciamento de Projetos de Prevenção de Violência (UGPPVA), representando o secretário dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social, Julio Cesar Alexandre; e do articulador do Selo Unicef edição 2017-2020, Emídio Silva.

No evento, entidades governamentais e da sociedade civil receberam menções honrosas pelos relevantes serviços prestados à criança e ao adolescente sobralense.

"É muito importante que tenhamos conseguido lotar o auditório para a Conferência, mas é mais importante ainda que o público presente seja formado por crianças e adolescentes. Também temos aprendido a importância dos parceiros da sociedade civil para efetivação das políticas públicas para este segmento", pontuou Savanya Shell de Oliveira.